A.M. B-057.01.pc

Cotas anteriores/Outras cotas : 
B.Maço LVII-1
Núcleo: 
B
Folha de rosto/Incipit textual: 
Messa a 4 / Organo // [a lápis] Do S.r Marcos Portugal
Título normalizado: 
Missa Mi b M
Autoria da música: 
Marcos Portugal
Autoria da música normalizada: 
Registo(s) parente: 
Língua do texto: 
Latim
Tipo de documento: 
Parte(s) cava(s)
Subcategoria de documento: 
Apógrafo
Tipo de fonte: 
Manuscrita
CDU: 
783
Século(s): 
XIX
Dimensões - Alt x Larg (cm): 
32,3 x 23,9 ou menor; 30,7 x 22,7 ou menor
Material: 
Papel
Foliação/Paginação: 
132 (30+32+20+14+14+7+8+7)
Descrição das Marcas de Água: 
estrela/EGA:3 crescentes (var.1) (10 / 250,5-251,5 / 9-10,5) [MarP 083/Tipo7];
B C/O:REAL (10 / 250,5 / 10,5) [MarP 116/Tipo1]
Decoração: 
Sem decoração
Categoria: 
Polifonia
Conteúdo: 
Missa (KG)
Vozes e instrumentação: 
S 1, S 2, A, T, B, SATB conc., vlc 1, vlc 2, fag 1, fag 2, cb, org
Partes cavas: 
S conc., A conc., A rep., T conc., T rep., B conc., B rep., org [na p.c. de org alguns acrescentos melódicos posteriores correspondentes a vlc 1, vlc 2, fag 1, fag 2].
Tipo de notação musical: 
Moderna
Género: 
Missas
Comentários/Notas Gerais: 
De acordo com a Relação Autógrafa (RA 074 ou 075) esta Missa terá sido composta para a Real Capela de Queluz em 1788 ou 1789. A versão original (Versão1) destinou-se a SATB conc., vlc 1, vlc 2, fag 1, fag 2, cb e org. Mais tarde o compositor acrescentou fl, cl 1, cl 2, cor 1, cor 2, tr 1. tr 2 e timp (Versão3); as versões 1 e 3 foram cantadas na Capela Real do Rio de Janeiro. A obra foi também cantada na Sé de Évora (Versão4) e no Mosteiro de Santa Clara no Porto (Versão5).
Referências: 
MARQUES, António Jorge - A obra religiosa de Marcos António Portugal (1762-1830): catálogo temático, crítica de fontes e de texto, proposta de cronologia. Lisboa: BNP/CESEM, 2012, pp. 345-51, 871-72, 933-34, 950
Autoria da informação: 
António Jorge Marques